Algumas profissões exigem o corpo como uma ferramenta. Por isso, por exemplo, atletas famosos investem em apólices que cobrem lesões; pianistas com carreira internacional colocam as mãos no seguro; e Valeska Popozuda já investiu muito, no passado, para poder cobrir possíveis danos sobre o seu célebre bumbum. Para o dançarino e profissional dancer Alisson George, o acaso veio sem que ele pudesse contar com nenhuma cobertura.

Um acidente, provocado por um fechamento de um ônibus, o fez cair da moto e bater a perna na calçada. O impacto provocou a fratura da tíbia e da fíbula da sua perna direita. “O motorista do ônibus foi muito atencioso. Ligou para a SAMU”, narra Alisson, com aquele jeitinho doce.

Deve ser por conta desta gentileza, além do talento nato, que o profissional, membro do Dois em Um e do grupo Casa 4, que também é professor de dança da Funceb, está aglutinando um tanto de gente da dança, em ações de solidariedade ao seu difícil momento, como o Circuito Solidário e o Baile Alto Astral, além de uma Vakinha Virtual e do apoio do Zouk Sunset.

A importância destas ações cresce se for questionado o período em que Alisson pode ficar fora de atividade. Após o acidente, no dia 9 de agosto, existia uma previsão de ele ficar parado por pouco mais de um mês. Mas agora há necessidade de maior tempo de fisioterapia e processos de cura. “Estou melhorando. Mas hoje descobri uma fratura no punho esquerdo, também”, revela. Ele não vai precisar fazer cirurgia, como ocorreu com a perna, mas vai ficar imobilizado por, pelo menos, mais 30 dias.

“Perninhas dançantes”. Alisson desabafou sobre a situação que vive, no Instagram

Circuito Solidário – Profissionais de diversos segmentos da dança comparecerão ao Circuito Solidário, no domingo, 25, na Cambré Brasil, que fica na Rua Cap Melo, 167, Stella Maris, em uma maratona de aulas que será encerrada com uma prática dançante. A programação começará às 9h da manhã, seguindo até meio dia, com as três salas oferecendo opções diferentes de aulas. Depois das aulas, acontece a prática dançante.

No horário das 9h às 10h as opções são: Bolero, com Gisele Almeida, Jocélia Freire e Rianei Varjão; Zouk, com Marcelo Falcão; Forró, com Saulo. Das 10h às 11h as opões são: Samba, com Evelin e Vanderson; Dança afro (Lino) e Dança Flamenca (Emanuella). No horário das 11h às 12h, as opções são: Dança Contemporânea (Clênio); Danças Brasileiras, com Ísis Carla; Tango, com Faustina. Uma prática dançante vai acontecer das 14h às 17h. As aulas custarão R$15 e as aulas para a prática, R$20.

Vakinha – Inicialmente, uma Vakinha foi criada, na rede social, com o objetivo de garantir o valor suficiente para Alisson pagar as contas do período previsto para a recuperação. Até o fechamento desta matéria, 62 pessoas haviam colaborado com a causa e, quem quiser aderir à vaquinha virtual tem até o dia 15 de setembro.

A união de amigos e profissionais da área de dança está fazendo surgir outras iniciativas. O Baile Alto Astral, de Tony Dandara, acontecerá nesta sexta-feira, em Camaçari, no Espaço 2 de Julho, Rua Senhor do Bonfim, 71, bairro Dois de Julho, Caixa d’água próxima à prefeitura, a partir das 20h, com ingressos a R$10. A renda será revertida para Alisson pagar suas contas.

“Por conta disso, toda comunidade da dança .está se unindo para ajudar”, destaca o organizador do evento, o professor de dança de salão Tony Dandara, em entrevista ao nossametropole.com.br. Para além da solidariedade, o profissional garante que o baile “é um ambiente para socializar, um ambiente para os amantes e simpatizantes da dança”.

A próxima edição do Zouk Sunset, de Carioca DJ e Cledison Miranda, acontecerá no domingo, 25, a partir das 16h, disponibilizando uma caixinha para doações. O evento acontece no Hotel Sol Bahia Sleep, Rua Manuel Antonio Galvão, 1075, Patamares.

Serviço
Circuito Solidário
em prol de Alisson George
Quando: 25/08 – 9 às 12h aulas e 14h às 17h prática dançante
Onde: Cambré Centro de Artes (Rua Cap Melo, 167, Stella Maris)
Ingresso: R$15 (aulas) – R$20 (aulas + prática)

Sala 1
• 9h às 10h – Bolero (Gi, Jó e Rianei)
• 10h às 11h – Samba (Evelin e Vanderson)
• 11h às 12 – Dança Contemporânea (Clênio)
Sala 2
• 9h às 10h – Zouk (Marcelo Falcão)
• 10h às 11h – Dança Afro (Lino)
• 11h às 12h – Danças Brasileiras (Ísis Carla)
Sala 3
• 9h às 10h – Forró (Saulo)
• 10h às 11h – Dança Flamenca (Emanuela)
• 11h às 12h – Tango (Faustina)

Links:
vaquinha virtual
http://www.nossametropole.com.br/2019/08/19/baile-alto-astral-arrecada-fundos-para-tratamento-medico-de-professor-de-danca/
https://agoramexe.com/2019/04/25/cavalheiros-da-liberdade/

Fotos: Caio Lirio, Divulgação e Reprodução

1 comentário em “Todos por um

  1. Pingback: Onde Dançar – agoramexe.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: