Praticantes da dança de salão evoluem ao som de atrações ao vivo. Esta é a fórmula do Bailados na Noite, que tem um ingrediente importante a mais: um receptivo caloroso. É ele, o realizador Ítalo Mandarino, quem aguarda cada convidado, com um sorriso acolhedor e acompanhado por sua equipe. Desde que lançou o baile, há quase 20 anos, nunca mais os domingos da capital baiana foram os mesmos, nada de ficar em casa, descansando.

Uma vez, a cada mês, o público fiel do evento – damas, cavalheiros, dançarinos profissionais, estudantes de gêneros como bolero, samba, forró e soltinho, se reúnem para rodopiar no salão. A próxima edição da festa acontece neste domingo, dia 14, a partir das 18h30, no Quartel de Amaralina. O ingresso custa R$30.

As atrações serão: Dangello Hazan, Paulo Brandeira, Emerson José, Alessandro Paiva. As frequentadoras já sabem que não irão tomar “chá de cadeira”. Além dos frequentadores e personal dancers, que convidam as damas para o salão, a equipe de dançarinos de Agnaldo Lima, que atua no evento há seis anos, estará a postos, para ninguém ficar sem bailar.

Clube Português – Agnaldo narra que já conhecia o realizador do Bailados na Noite, por nome, “logo quando comecei a trabalhar com dança, falavam do grande produtor dos bailes do antigo Clube Português da Bahia”. Naquele espaço recreativo da orla da Pituba, adorados atores de novelas da TV, rebolativas rainhas do carnaval, autoridades de vários segmentos e jovens ídolos da axé music compunham o universo de Ítalo Mandarino.

Ele foi, por 14 anos consecutivos, vice-presidente do clube, onde aconteciam as maiores e mais chamativas festas do estado. Multidões compareciam. “Eu nunca quis ser presidente do Português, gostava mesmo era de ficar fazendo a parte social”, recorda-se o descendente de italianos, nascido em Pernambuco, que, radicado em Salvador, conquistava gregos e baianos.

O bloco Os Internacionais reunia milhares de associados no local. O famoso Baile do Yemanjá ficava apinhado e teve edições durante 21 anos. Jantares dançantes reuniam grande público, semanalmente. Formaturas ocupavam as pautas do espaço. Mocinhas debutavam sonhos pelo salão. As festas, ali, não paravam. Certa vez, Ítalo conseguiu colocar três trios elétricos dentro do espaço recreativo: o Manzana, do Chiclete com Banana, o trio de Orlando Tapajós e o Distak, de Ari.

Famosos – O vice-presidente era figurinha frequente na imprensa soteropolitana, posando para fotos ao  lado de personalidades, como um dos criadores do trio elétrico, Osmar Macedo (foto em destaque, acima) ou confraternizando com os atores Malu Mader, Cassio Gabus Mendes Beth Goffman, do elenco da trama global Tititi (1985/1986), atrações da festa Tititi do Yemanjá. Humberto Martins também veio dar aquele abraço em Ítalo. A jovem dançarina Carla Peres foi consagrada rainha da ressaca, no clube. Bel Marques e Durval Lelys viviam fazendo show na casa.

O Clube Português fechou em 2001 e foi demolido em 2008. Em 2018 a prefeitura inaugurou, na área, a Arena Aquática Salvador. “A vida é assim, não é como a gente quer. Mas enquanto durou, foi tudo maravilhoso”, diz Ítalo. Na época áurea do espaço, ele tinha sempre a companhia da mulher, Lúcia, pura animação nos bailes. “Ela dançava. Ficava lá na frente e deitava e rolava”. Com a companheira, Ítalo teve dois filhos, que lhe deram dois netos.

Viúvo há mais de sete anos, o, então, gerente do Banco Econômico (hoje Bradesco) se recuperou e retomou, aos poucos, o dia a dia como realizador de eventos.

Festeiro – Com o fim da época dourada do Clube Português, Ítalo Mandarino realizou festas em espaços como o Costa verde Tênis Clube, Campomar, Cabana da Barra e Prefeitura da aeronáutica, adotando o Quartel de Amaralina como o local mais frequente das edições do seu baile, nos últimos anos. O grande salão integra o CGA – Centro Gerontológico de Amaralina, atualmente gerido pelo tenente-coronel José Geraldo de Almeida Melo.

“A cada Bailados na Noite as pessoas se encontram e confraternizam. As reservas de mesas, feitas para um público fiel, deixam o evento mais alegre, as pessoas sentem falta das que, por algum motivo, deixam de comparecer”, analisa Agnaldo Lima. “E as pessoas que vão pela primeira vez, sempre são bem acolhidas e se tornam fidelizadas”, conclui.

É assim que Ítalo recebe amigos, dançarinos (profissionais e amadores), músicos e cantores da noite, artistas que realizam apresentações e, uma marca sua, candidatas a rainhas do Carnaval.

Em 2019, o festeiro – que hoje é diretor social do Sindicato dos Clubes Sociais do Estado da Bahia (Sindiclube) -, abrigou o concurso Rainha do Carnaval na edição da sua festa, na Associação Atlética Banco do Brasil – AABB. “Foi um sucesso, uma maravilha”, narra ele, habituado a posar para fotos com beldades e recepcionistas de suas festas, onde é muito querido e respeitado pelas damas. Coisa de um verdadeiro Rei da Noite.

Serviço:
Bailados na Noite
Atrações: Dangello Hazan, Paulo Brandeira, Emerson José, Alessandro Paiva
Onde: Quartel de Amaralina
Quando: 14 de abril, domingo, 18h30
Ingresso: R$120 (mesa), R$30 (individual)

Amizade e parceria

Ao longo de décadas, Ítalo Mandarino fez amizade com empresários, militares, profissionais da música e da dança. Ele conheceu Celia Dallarosa em 2007, quando ela fazia parte de um grupo de alunos da Academia Bahiana de Dança de Salão – ABDS. “Naquela época, existiam muitos lugares em Salvador, para dançar. Comecei a puxar as pessoas. Eu comprava os ingressos na mão de Ítalo. Ele reservava uma mesona para a gente”, recorda-se a dançarina. Com vocação para promoter, ela passou a movimentar as redes sociais, divulgando eventos e criando grupos como o Bailados na Noite. No inicío, foi dureza: “Fiquei administrando, sozinha. Ítalo não sabia mexer no Facebook, não sabia nem compartilhar. Mas foi aprendendo”. Já mais livre do “aluno”, Celia começou a se dedicar à fotografia. Seu acervo, hoje, é um espelho da história da dança de salão da Bahia. “As pessoas gostam de se ver. O pessoal passa na frente da minha mesa e faz pose”, conta, divertida.

Fotos: Acervo Celia Dallarosa; Digitalização (Celia Dallarosa); e Reprodução

Editora do site, instagram, twitter e homepage Agora Mexe! Editora da homepage Onde Dançar Salvador. Jornalista, assessora de imprensa, diretora da Palavra Cruzada Assessoria. Praticante apaixonada de danças e de modalidades físicas

0 comentário em “Rei da Noite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: