Bem Estar Cultura Dança Notícias

Dança por uma grande causa

Gabriel L Goulart (3).jpg

‘Salão”, da Casa 4, propõe descondicionamentos da dança a dois. Fotos: Gabriel L Goulart

Um momento mágico e envolvente, que quem ama a arte e abraça as causas de gênero e sexualidade não pode perder. A belíssima cena final da coreografia “Salão” é o ápice de um espetáculo que se propõe a questionar conceitos e preconceitos da dança a dois, naturalizando os bailados com dançarinos do mesmo sexo. A montagem tem a assinatura do grupo Casa 4 e tem pauta ano Teatro Castro Alves, nos dias 21, 22 e 23 de setembro, às 20h. Ingresso: R$20 (inteira) e R$10 (meia).

Em cena, os dançarinos-criadores Alisson George, Guilherme Fraga, Jônatas Raine e Ruan Wills, dirigidos por Leandro de Oliveira, vestem um figurino que remete à ideia de modernos e bravos mosquiteiros. Eles apresentam coreografias de diferentes gêneros da dança de salão, do bolero ao tango, com evoluções precisas e muitas vezes de uma agilidade impressionante.

Os artistas, que não são atores, também impactam a plateia com depoimentos que, de modo muito simples e direto, refletem o quão absurdo é o patrulhamento da dança, a busca da preservação de convenções. E lembram que dançar é uma prática tão antiga quanto democrática, uma expressão genuína do “corpo que fala”.

A dança é o gancho para uma causa maior. Este pensamento fica claro na citada cena final, ao som da contundente música “Flutua”, do pernambucano Johnny Hooker, gravada por ele ao lado de Liniker. É um poderoso chute na canela de homofóbicos, que amarra com chave de ouro a proposta de amor livre e pleno deste espetáculo.

“Salão”, que teve estreia em 2017, no Teatro Vila Velha, foi apresentado nas cidades de Valença, BA; Belo Horizonte, MG; e retornou a Salvador, para a programação do “Vivadança Festival Internacional”, mais especificamente da “5ª Mostra Baiana de Dança Contemporânea”.

 

Claudia Pedreira

2 comentários em “Dança por uma grande causa

  1. Já assisti a esse espetáculo que além de questionador é super bonito e aborda de forma muito sensível as questões de preconceito na dança a dois.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: